Terapia de Esquemas: entenda o que é

 em Psicologia Clínica

A terapia de Esquemas veio com o intuito de proporcionar um novo modelo psicoterápico especialmente adequado a pacientes com transtornos psicológicos crônicos, caracterológicos, ou seja, pacientes difíceis de tratar, ou que não aderiram a outros tipos de psicoterapias. Young desenvolveu a Terapia de Esquemas com objetivo de suprir algumas limitações percebidas na Terapia Cognitivo Comportamental para tratar esse tipo de pacientes.

A terapia de esquemas considera os componentes cognitivos e comportamentais como vitais para o tratamento, mas também dá igual importância à mudança emocional, às técnicas vivenciais e à relação terapêutica. Mantém duas características vitais da terapia cognitivo comportamental: é estruturada e sistemática. O terapeuta segue uma sequência de procedimentos de avaliação e tratamento, o qual é ativo e diretivo.

Também é indicado na terapia de casais, ajudando a entender e lidar com os esquemas. O objetivo é substituir estilos desadaptativos por outros mais saudáveis, na qual possibilitem os pacientes atenderem suas necessidades emocionais, tendo assim uma melhor qualidade de vida.

 

Por Carina Welter
CRP 08/12238
Terapeuta Cognitivo Comportamental e de Esquemas/Especialista em Psicologia e Saúde

Recommended Posts