Retorno ao Mercado de Trabalho em 6 passos

 em Orientação Profissional

Pra quem ficou tempo fora do mercado de trabalho (independente do motivo), e pretende retornar, temos uma má e uma boa notícia: a má é que não é uma tarefa nível facílima, e a boa é que nós temos como te ajudar!! 🙂

Pensando nisso, escrevemos 6 passos que com certeza irão te encorajar a começar e a ter sucesso nessa empreitada… leia, releia, coloque em prática e conte pra gente o resultado!

  1. OLHE PARA DENTRO: autorreflexão – traçar sua história profissional como em uma linha do tempo. Entender sua própria história, suas transformações e o que hoje você tem a oferecer profissionalmente. Quem é você hoje para o mercado de trabalho? Isso pode te ajudar a entender inclusive a sua expectativa financeira. A partir daí você terá melhores condições de decidir se quer continuar sua trajetória de onde parou ou se quer mudar de direção. Não se desespere, porque apesar de ser o primeiro passo talvez seja o mais difícil por se tratar de olhar para si mesmo… caso entenda que seja útil, procure a ajuda de um profissional para te auxiliar nessa fase.
  1. OLHE PARA FORA:  o que o mercado de trabalho no contexto escolhido exige? Quais as empresas que podem absorver a tua disponibilidade? Estude as empresas. Entenda quais são as características do cenário atual.

 

  1. PLANEJE: tendo conhecimento do que você tem para oferecer e do que o mercado exige, trace um plano do que você precisa realizar para se recolocar de forma mais eficaz. O que será necessário aprender, re-aprender, desenvolver, melhorar, etc.? Monte um plano de ação e o coloque em prática…

 

  1. AJA: não espere as oportunidades surgirem para começar a agir. Estar bem ciente do que precisa, informado sobre as possibilidades e efetivamente em busca de desenvolvimento pode ser muito positivo e somar pontos em uma entrevista. Se em um processo seletivo um candidato diz que precisa reaver uma formação, iniciar um curso e for questionado mais a fundo sobre,  e não souber dar mais detalhes (onde irá fazer,quando, quanto, como, etc.), pode não conseguir conquistar a credibilidade necessária.

  1. REATIVE SUA REDE DE CONTATOS: quanto mais pessoas e empresas souberem de suas intenções profissionais, mais você aumenta suas chances de receber boas oportunidades. Vale novos contatos através de cursos, participações de grupos, redes sociais profissionais, agências de empregos, etc.

 

  1. PERMITA-SE: Nem sempre todas as expectativas são atendidas e nem sempre encontramos o mercado de trabalho do mesmo jeitinho que o deixamos. Por vezes precisamos desconstruir nossos conceitos e nos 

    permitirmos abrir os horizontes. Sempre que necessário retorne ao primeiro passo e reavalie suas competências, habilidades, valores, necessidades… permita-se tentar novas formas de atuações caso surjam oportunidades diferentes do que você planejou e que sejam compatíveis com sua missão.

 

 

Recommended Posts